ARQUIVENTO

BONS VENTOS A TODOS!!!

sábado, 28 de fevereiro de 2015


...quintais encantados
carregam a realidade
para o longe do tempo

o céu da infância
a janela mágica
o chão de terra

anéis de barbante
sorrisos no muro
pistas de capim

chão de giz
escrituras de tijolos
os olhos no fim da rua

o quitandeiro na porta
chamando sabores
o barulho eterno da serralheria

topadas em pedras
de amarelinhas
bandeirinha, lateiro-vivo

os gritos escada abaixo
o chinelo mandão
bicicleta sem freio

jogos de tabuleiro
dominós paternos
bingos maternos

liberdade da pipa
carinho com a bola
gudes marcadas

o pião do tempo
furando calendários


domingo, 15 de fevereiro de 2015


Ah, saudade, se soubesses...
não apareceria assim de repente
se no infinito coubesses
como no cabelo um pente
farias entre sobe e desces
uma estrela cadente
revelarias quermesses
de um amor pendente

Saudade, se amasses
entenderia o que a gente
ainda que evitasses
sente, sente, sente...