ARQUIVENTO

BONS VENTOS A TODOS!!!

sexta-feira, 27 de setembro de 2013



...fiz um poema rimado
pra irritar a poesia rebelde
que anda dentro de mim
querendo pular na jugular
das palavras subliminares

É inverno em minha primavera
o concretismo esbelto
arrancou minhas raízes
pisou nas flores, comeu as sementes

...fiz um soneto vazio
pra profanar toda criatividade
negada em pedidos de desculpas
escritos nos túmulos devassados
da insensatez promíscua
do uso leviano dos sentidos e significados

É verão em meu outono
e a flexibilidade vaga
nas entrelinhas do eu lírico
é um mímico sem mãos
com o corpo neon
e a expressão opaca

...fiz esse texto colando os restos de mim
em tudo que não viu, ouviu, sentiu
e jamais será poético 
em  quaisquer estações 
que passar pela tua janela.