ARQUIVENTO

BONS VENTOS A TODOS!!!

sexta-feira, 11 de julho de 2014


Ah, palavras!
Quanta vontade de sê-las...
Sendo assim eu-palavras,
consigo,então, vivê-las
e se viver é palavra,
palavreá-las inteiras...

Ave Lavras e pá,
pra torná-las sementeiras
no chão da poesia plantar
futuras palavras herdeiras
que a vida possa gritar
presente em tudo que há...
pés de palavrear

Colhendo a força poderosa
em poemas-estações
espalhar em verso e prosa 
na lavra do vento:
palavras, palavrinhas, palavrões...



*verso de C. Drummond de Andrade