ARQUIVENTO

BONS VENTOS A TODOS!!!

quarta-feira, 19 de outubro de 2011
Ensaio em mim
e saio ao vivo
tenho medo de nadar
e o mar me atravessa
não tenho endereço
prá me amarrar
só promessa
arremesso-me ao deserto
e vôo arrastando correntes
que (in)ventei
refloresto o ar
e respiro pálida
o vontade de ser
teu desejo
e sair ao vivo
desse ensaio em mim.

Refresco-me no calor
das tuas palavras
densamente suaves
que extravasam entre dedos
abafando gritos ancorados
na garganta
tua explosiva coragem
de ser dentro de mim
me espanta
me enlouquece
me retem
em um tubo
de ensaio
em mim ao vivo
em vidro

Quero-te meu palco
e sem representações
de mim
contigo ensaio
ao vivo
no camarim.