ARQUIVENTO

BONS VENTOS A TODOS!!!

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Todo poema tem suas sombras
de prateleiras empoeiradas
de livros comidos pelas traças
poetas feitos de eternidade.

Nem todo verso quer luz
a penumbra amplia os sentidos
a iluminação revela a cegueira
e dá valor a escuridão

Estrofes querem ouvidos
sem marcas de gritos
não querem falar, mas dizer
elas murmuram silêncios

A poesia é cega, muda e surda.
Só existe quando não há.
Não cabe na prisão das palavras
é livre demais para ser ...