ARQUIVENTO

BONS VENTOS A TODOS!!!

domingo, 5 de setembro de 2010
Não leva  a mão maternal
segurando a minha
pela última vez.

Não leva o último
sorriso paterno
numa despedida cortês.

Não leva a alegria
 fraterna
de ser livre outra vez.

Não leva o que ficou
de um amor
entranhado na tez

O vento nunca leva
o que foi revestido
 de um talvez

O vento sempre deixa-nos
embalados
na insensatez

pelo desejo guardado
das coisas
que a gente não fez

O que o vento não leva
não passa 
em  um ano, nem um mês...