ARQUIVENTO

BONS VENTOS A TODOS!!!

domingo, 18 de dezembro de 2011
O vento ás vezes sopra indeciso. Os passos se desfazem no chão. Não há marcas, nem sinais. Tudo é . Nada fica. Só o tempo devolve a verdade:Somos efêmeros aos olhos do eterno e infinitos diante da beleza de "Ser", assumindo imperfeições:

Seríamos felizes,
 se nos apaixonassemos pelos nossos defeitos,
diferenças e imperfeições uns dos outros,
 e tivêssemos as qualidades, compatibilidades e afinidades
 como prêmio ou brinde,
por nos  aceitarmos como somos.
Sêneca