ARQUIVENTO

BONS VENTOS A TODOS!!!

quinta-feira, 9 de maio de 2013



As folhas de outono levaram o vento pra longe...

Com fusão
desfez-se em dois 
sem razão
o poema descompôs

bocas amalgamadas
por palavras falsas
imagens descoladas
ira sobre as balsas
  
olhos d'água afogados
sem molharem os pés
ondas de amores ilhados
espalhadas no convés

Nunca mais o beijo frio
seco de tanta espera
no cais a meio fio
o tempo é besta fera

Sobrou só a estiagem
de um tanto que não havia
versos cobrindo a paisagem
na sombra do que escrevia

Sonhos em folhas  outonais
pra sempre partidos assim... 
num sopro feito em hai kais
levaram estrofes de mim