ARQUIVENTO

BONS VENTOS A TODOS!!!

quarta-feira, 9 de junho de 2010
Escrevo
numa folha-ventania
palavras
aladas
numa orgia
temporal
livro-me
do possível
quero
o indizível
papel
de nuvem
desenhando
no céu
a palavragem
poesia
despalavrada
feita de vento
e imagem.