ARQUIVENTO

BONS VENTOS A TODOS!!!

sexta-feira, 22 de abril de 2011
Fruta verde
em pé de abril
quase flor de maio
e não sabe florecer

No sol tenta
amarelecer
mas não arrebenta
prefere chorar
a chuva

Seu olhar acusa(dor)
elege vilões
esquece os hérois
flagela-se

Busca sem querer encontrar
não quer ir, nem quer ficar
desarvora...
ecologicamente incorreta

Desiste prá ter coragem de continuar.
Continua por não ter coragem  de desistir

 Faz-se irresponsável
pela responsabilidade  que lhe impôs
não sabe o que fazer com tanta liberdade
promove-se indecifrável

Que caminho tomar?
O que fazer...
com tanta escolha?
É preciso saber perguntar
retirar essa rolha
sem medo do medo provar.

Começo a rimar minha agonia
porque não é fácil na adolescência
de um rebento não ver alegria
e encontrar paciência,indulgência...

Há uma peruca de interrogações
uma franja sobre o olhar
e uma boca que grita reivindicações
só resta como em gestação: esperar.