ARQUIVENTO

BONS VENTOS A TODOS!!!

sexta-feira, 1 de abril de 2011
Venta a fúria de viver
no exílio invonluntário
silêncio inquieto
me faz escrever.
Barulho literário
desafia-me a ler
diante do deserto.

Páginas refletem
a vastidão do tempo lento.
Palavras prometem
livrar-me deste momento.

Minha alma de sinfonia
e festa popular,
feita de alegria,
não consegue repousar.

O movimento da vida
sacode a minha essência
tecida com gosto da lida
bordada  de impaciência.
.