ARQUIVENTO

BONS VENTOS A TODOS!!!

sábado, 14 de maio de 2011











Carregada pelo vento
é regador de alegria.
Sofre, se desespera
e sorri , se desfia
em versos leves
toda sua singeleza
de esposa de Ulisses
em bruta-delicadeza
tece o tempo de Alices
superfície- profundeza
só queria que ouvisses
ventar essa correnteza

que estica o arco-iris
e faz arco o horizonte
assim em permitires
faria do muro a ponte
carregaria o tempo
no varal do pensamento
e vestiria de cores
todo movimento
sendo vento de flores.