ARQUIVENTO

BONS VENTOS A TODOS!!!

quarta-feira, 9 de novembro de 2011
Esse é seu...

Nos entreversos tuas sombras iluminadas
tatuam-me cores realçando os sentidos...
Nas palavras raras  a simplicidade do ser
cabe na palma da mão
sob a sola dos pés
na ponta dos dedos
que extravasa no tempo
o poema que és.
Revelas a ocultação
das horas inquietas
revesas comigo
sob o quebra luz
a explosão de uma terça carnavalesca
em plena sexta-feira da paixão.
Na ponta dos pés
deslizo na infância
de um sentimento confesso
cheio de audácia  e zêlo.
Tuas palavras
me pegam com força
me apertam com carinho
e me devolvem ao vento...
Voando no desejo me perco
na tentativa de encontrar
a marca da sombra
na palavra de luz
que vem me iluminar...