ARQUIVENTO

BONS VENTOS A TODOS!!!

sábado, 22 de setembro de 2012


Seu outono partiu. O sol voltou a se misturar com a chuva e as flores voltaram a brotar em mim. Meu vento, agora, espalha perfumes. Meu vento reencontrou sua missão: perfumar as sombras, que o outono negou, rendendo folhas secas abandonadas. Há pétalas de flor  nos olhares e colorido nas faces. Os sorrisos chamam sorrisos e a alma calma tem por nome: Leveza, essa insustentável Kundera.